ONU indica que o preço internacional da carne cresceu 0,7%

O boletim mostra que em relação a agosto do ano passado o crescimento foi de 22%

03/09/2021

ONU indica que o preço internacional da carne cresceu 0,7% Mercado paulista do boi ordo está parado; cresce venda no atacado (Foto: Agência Brasil)

Comunicado da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO) informa que seu índice global de preços de carnes subiu 0,7% em agosto, na comparação com o mês anterior, e 22% em relação a agosto de 2020, segundo o site CarneTec desta sexta-feira (3).

Os dois fatores mundiais importantes foram a demanda chinesa e a oferta reduzida na Oceania, continente que abriga a Austrália, grande produtor e exportador de carne bovina.

Os mercados asiáticos e do Oriente Médio pressionaram e o preço da carne de frango aumentou, em função da demanda enquanto, ao mesmo tempo, a produção nos países exportadores diminui por causa do preço de insumos e falta de mão de obra.

O preço no mercado de proteína reflete a demanda internacional. As vendas de carne suína para a China caíram e a Europa reduziu suas compras no período que o animal está pronto para o abate.

O CarneTec escreve que “o índice de preços de carnes é apenas um dos itens considerados no índice global de preços de alimentos da FAO divulgado mensalmente. O índice global de alimentos teve alta de 3,1% em agosto, ante julho, a primeira alta após dois meses de quedas consecutivas”.

Da Redação.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *