Índia anuncia programa para se tornar autossuficiente em oleaginosas

Brasil e Argentina são os maiores fornecedores de óleo de soja

09/08/2021

Índia anuncia programa para se tornar autossuficiente em oleaginosas PIB do agronegócio cresce quase 10% nos primeiros seis meses de 2021, diz pesquisa Cepea. (Foto: Divulgação)

A maior importadora de óleos vegetais do Planeta anuncia um plano para investir US$ 1,48 bi e se tornar autossuficiente. A informação é do primeiro ministro da Índia, Narendra Modi. O país dispende entre US$ 8 a US$ 10 bilhões ao ano para comprar 12 milhões de toneladas de óleos vegetais do total de 24 milhões que consome anualmente.

Os países que exportam o para a Índia são Indonésia e Malásia (óleo de Palma), Brasil e Argentina (óleo de soja) e Rússia e Ucrânia (óleo de Girassol). Índia é importante exportadora de commodities como açúcar, arroz e trigo. Mas a produção de oleaginosas é apenas um sexto da produção de grãos.

O país produz menos de metade dos cerca de 24 milhões de toneladas de óleos vegetais que consome anualmente. O restante é importado, com compras de óleo de palma de Indonésia e Malásia, óleo de soja de Brasil e Argentina e óleo de girassol de Rússia e Ucrânia.

“O governo investirá mais de 110 bilhões de rupias por meio da Missão Nacional de Oleaginosas e Óleo de Palma para fornecer aos produtores tudo o que for possível, incluindo melhores sementes e tecnologias”, disse Modi pelo Twitter, replicado pelo site econômico MoneyTimes.

“Em momento em que a Índia emerge como uma grande exportadora de produtos agrícolas, não devemos depender de importações para nossas necessidades de óleos vegetais”, acrescentou Modi.

(Fonte: MoneyTimes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *