Ibovespa recua com investidor atento ao exterior e monitorando cena local

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

26/08/2021

A bolsa brasileira abriu o pregão desta quinta-feira em queda, mostrando fôlego curto para ampliar hoje a sequência de duas altas seguidas, em meio à menor disposição ao risco no ambiente internacional. Os investidores seguem monitorando os problemas locais, apesar da trégua no noticiário negativo vindo de Brasília.

Às 10h30, o Ibovespa caía 0,48%, aos 120.235 pontos, após a pontuação mínima até então, aos 120.123 pontos. Entre as ações brasileiras, Vale ON cedia 0,63%; Petrobras tinhas quedas de 0,21% e de 0,61% nas ON e PN, respectivamente, enquanto Itaú Unibanco PN caía 1,06% e Bradesco PN recuava 0,90%.

“Hoje é dia de mais cautela no aguardo do Powell em Jackson Hole”, resume Jansen Costa, sócio-fundador da Fatorial Investimentos, referindo-se ao simpósio de banqueiros centrais que começa hoje na cidade do Wyoming (EUA) e ao discurso do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, na sexta-feira.

No Brasil, Costa chama a atenção para os riscos crescentes de um racionamento de energia, em um momento em que a tarifa da bandeira vermelha nível 2 deve ser reajustada em até R$ 20, impactando ainda mais a inflação, com reflexos em outras variáveis macroeconômicas domésticas, como Produto Interno Bruto (PIB) e Selic. “O problema dos reservatórios deve vir em algum momento”, comenta o sócio-fundador da Fatorial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *