Ibovespa muda de rumo e avança pegando carona no exterior

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

25/08/2021

O principal índice da bolsa brasileira mudou de direção e passou a operar em alta nesta tarde de quarta-feira, com uma trégua da alta nas taxas de juros de longo prazo e uma melhora observada nos mercados em Nova York.

Após operar boa parte do pregão próximo ao patamar de 119 mil pontos, o Ibovespa devolveu as perdas e, às 15h45, subia 0,17%, aos 120.419 pontos. O giro financeiro dentro do índice era de R$ 12,3 bilhões.

No mesmo horário, em Nova York, os índices estendiam recordes da véspera: o Dow Jones ganhava 0,19% e o S&P 500 avançava 0,26%.

Segundo analistas, os dados do IPCA-15, acima das expectativas do mercado, contribuem para um movimento de alta nos vértices mais curtos da curva de juros. A interpretação dos investidores é a de que a dinâmica de uma Selic mais elevada no curto prazo deve contribuir com taxas menores no futuro.

Assim, a ponta longa da curva opera em queda, com o contrato do Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2031 recuando para 10,29%, de 10,47% do dia anterior.

Papéis de companhias de tecnologia, sensíveis aos movimentos nas taxas de juros, também aceleraram ganhos. Totvs ON subia 3,60%, enquanto as ações da Locaweb ON tinha alta de 1,26%.

Entre os destaques positivos do dia, as ações da Embraer ON aumentavam 3,40%. De acordo com a Ativa Investimentos, “os investidores se mostram otimistas com o processo de ‘turnaround’ da companhia, com o aumento da demanda por aeronaves e seu braço de eVTOLs, a Eve, atraindo boas parcerias”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *