Grupo GPS verifica retomada e lucra R$ 81 milhões no 2º trimestre

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

11/08/2021

O Grupo GPS reportou um lucro líquido de R$ 81 milhões no segundo trimestre do ano, alta de 15% na comparação com o lucro do mesmo período de 2020. Foi o primeiro balanço do grupo após a abertura de capital, ocorrida em abril. Em base ajustada, o lucro líquido somou R$ 90,1 milhões no período, uma alta anual de 20%.

A empresa, que presta serviços de limpeza, portaria e segurança, viu sua receita avançar 37% na comparação anual para R$ 1,54 bilhão, com crescimento orgânico de 9,6% no mesmo intervalo.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) ajustado somou R$ 165,3 milhões, 23% superior ao ano passado e com uma margem Ebitda ajustada de 10,7%.

  • Leia mais: GPS Participações compra Allis e Comau

Segundo comunicado, a empresa foi afetada neste trimestre pela covid-19, que teria influenciado no crescimento da receita. Desde junho, no entanto, a companhia diz verificar uma retomada moderada na contratação de seus serviços, a medida que as empresas retornam ao trabalho presencial.

As aquisições resultaram, até o momento, na compra de cinco empresas, que realizaram 1,30 bilhão de receita bruta nos 12 meses anteriores à assinatura do contrato de compra.

  • Leia mais: GPS compra Grupo Vivante, de serviços de manutenção

A empresa destacou que no segundo trimestre do ano passado, em meio à primeira onda da pandemia, a companhia reduziu momentaneamente os custos e despesas com salários e impostos com os incentivos governamentais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *