Crise hídrica: estiagem prejudica culturas de milho e soja no Rio Grande do Sul

Previsão do tempo para os próximos dias é de muito calor e pouca chuva no estado, agravando crise hídrica

07/01/2022

Crise hídrica: estiagem prejudica culturas de milho e soja no Rio Grande do Sul Falta de chuvas prejudicam lavouras de milho. (Foto: Divulgação)

A cultura do milho segue afetada pelo déficit hídrico. De acordo com o Informativo Conjuntural produzido e publicado pela Gerência de Planejamento da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), mais da metade das lavouras estão nas fases de enchimento de grãos (24%) e em maturação (27%). Outros 13% estão em fase de floração, 23% em germinação e desenvolvimento vegetativo. Ao mesmo tempo que 6% da área total estimada com a cultura no Estado ainda não foi semeada, 13% já foi colhido.

Ainda em virtude da falta de umidade do solo, os produtores não avançam com o plantio de soja no Estado, faltando ainda também 6% da área total estimada a ser plantada. Estima-se que 76% das lavouras encontrem-se em germinação, 22% em floração e que em 2% delas inicie o enchimento de grãos.

As lavouras de arroz do Rio Grande do Sul seguem se desenvolvendo e 20% da cultura está em fase de floração, 2% em enchimento de grãos, 78% em germinação e desenvolvimento vegetativo. O plantio atinge 99% da área total estimada.

Previsão do tempo

Nos próximos sete dias, permanecerão o calor e a pouca chuva no RS. Na quinta (06) e sexta-feira (07), o tempo seco vai predominar em todas as regiões, com temperaturas mais amenas no período noturno e mais elevados durante o dia. No sábado (08) e domingo (09), o tempo firme seguirá predominando, com elevação das temperaturas em todas as regiões; porém, a combinação de calor e umidade poderá provocar pancadas isoladas de chuva e trovoadas, típicas de verão, principalmente na Metade Norte. Entre a segunda (10) e quarta-feira (12), o ar quente e úmido manterá o forte calor, com temperaturas em torno de 40°C e possibilidade de pancadas isoladas de chuva na maioria das regiões.

Os totais precipitados deverão ser inferiores a 10 mm na maioria das localidades gaúchas e poderão alcançar 20mm no Alto Uruguai, no Planalto, na Serra do Nordeste e nos Campos de Cima da Serra.

Fonte: Emater

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.