Governo abre consulta pública com o objetivo de inspecionar o abate dos frangos de corte

A proposta é adequar procedimentos sob a responsabilidade do SIF.

07/04/2022

Governo abre consulta pública com o objetivo de inspecionar o abate dos frangos de corte Exportações de carne de aves seguem crescendo em um ritmo forte. (Foto: Pixabay)

Está aberta a consulta pública com o intuito de receber propostas para a aprovação dos novos Procedimentos para a Adesão dos Abatedouros Frigoríficos registrados no Dipoa/Mapa ao Sistema de Inspeção com Base em Risco para o abate de frango de corte. O prazo é de 75 dias. A informação é da Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), segundo o site CarneTec, especializado em proteína animal.

Os procedimentos são para antes e depois do abate em frigoríficos submetidos ao Serviço de Inspeção Federal (SIF). A proposta é voltada para a saúde pública e vigilância na saúde dos animais. A responsabilidade é compartilhada entre governo e indústria.

A diretora do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa), Ana Lúcia Viana, informa, em nota, que “no sistema de inspeção com base em risco, os exames de inspeção ante-mortem serão integralmente realizados pelos médicos-veterinários oficiais localizados no SIF, atendendo aos procedimentos e às destinações previstas nos regulamentos aplicáveis, não havendo prejuízo na certificação sanitária animal. Já os exames de inspeção post-mortem passam a ser executados mediante a atuação conjunta do serviço oficial e do autocontrole”.

O CarneTec informa que “a carne de frango é considerada a fonte de proteína animal mais produzida e consumida no Brasil.” E que, “segundo dados do IBGE 2022, no ano de 2021 foram produzidas 14,755 milhões de toneladas, sendo 4,231 milhões de toneladas destinadas ao mercado externo e o restante, 9,614 milhões de toneladas, ao mercado interno.”

As sugestões podem ser enviadas pelo Sistema de Monitoramento de Atos Normativos (Sisman), da Secretaria de Defesa Agropecuária, no endereço eletrônico https://sistemasweb.agricultura.gov.br/sisman/. Para ter acesso ao Sisman, tem que ser feito um cadastro no Sistema de Solicitação de Acesso no link https://sistemasweb.agricultura.gov.br/solicita/.

 

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.