França deve começar a aplicar 3ª dose contra a covid-19 em outubro

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

24/08/2021

A Autoridade Nacional de Saúde da França aprovou nesta terça-feira (24) o plano do governo do país para começar a aplicar doses de reforço da vacina contra a covid-19 em uma parcela da população a partir de outubro.

Leia mais: Vacina Pfizer: Eficácia, reações mais comuns e outros dados importantes

A França pretende inicialmente oferecer o reforço a pessoas com mais de 65 ou que sejam mais vulneráveis ao vírus seis meses após a segunda dose. A dose extra seria aplicada junto à campanha regular de vacinação contra a gripe.

  • Leia mais: Vacina Astrazeneca: Eficácia, reações mais comuns e outros dados importantes

O plano depende do aval da Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês), que ainda não recomendou a aplicação da terceira dose nos países da região. A entidade ainda está avaliando a necessidade do reforço vacinal.

  • Leia mais: Terceira dose da Pfizer aumenta proteção contra a covid-19, diz estudo de Israel

A Organização Mundial da Saúde (OMS) critica a medida e diz que as vacinas deveriam ser destinadas aos países mais pobres, que mal começaram a aplicar a primeira dose na população.

  • Leia mais: Covid, gripe ou resfriado? Veja a diferença entre sintomas das doenças respiratórias

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *