Exportadores de proteína querem solucionar logística dos portos brasileiros

Um grupo de estudos entre o setor e o governo discute o problema

24/12/2021

Exportadores de proteína querem solucionar logística dos portos brasileiros Exportação de frango cresce 7,4% em fevereiro de 2022 em relação ao mesmo mês em 2021 (Foto: Agência Brasil)

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) aprofunda suas discussões com o governo federal na tentativa de resolver os gargalos logísticos que o setor enfrenta, mais precisamente de carnes de frango e suína. O maior problema está nos portos. A informação foi publicada pelo CarneTec após coletiva de imprensa.

São obras de infraestrutura como mudanças de tamanho de berços e calados nos portos, num prazo que atenda ao setor, segundo o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

José Perboyre, diretor administrativo, revelou que um grupo discute medias de curto prazo par mitigar o congestionamento nos portos brasileiros.

No começo deste ano o grande problema era a falta de contêineres para acomodar produtos e embarca-los. Após negociações sobre valor do frete, o problema foi superado, segundo ele. No entanto, hoje o problema é a falta de espaço nos navios.

Para isso, disse Perboyre, “formamos um grupo e estamos conversando com armadores e com governo para encontrar soluções que possam mitigar isso e nos atender principalmente no primeiro semestre de 2022”.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code