Exportações de ovos crescem 35% nos primeiros meses de 2022; receita também aumenta

Entre os principais compradores estão Emirados Árabes e Japão.

17/03/2022

Exportações de ovos crescem 35% nos primeiros meses de 2022; receita também aumenta Brasil exporta 35% mais ovos em 2022. (Foto: Divulgação)

Os embarques de ovos cresceram 35% no início de 2022 em comparação ao mesmo período de 2021, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), totalizando 2,096 mil toneladas. Os números consideram todos os produtos, entre in natura e processados).  Nos dois primeiros meses do ano passado, foram exportadas 1,552 mil toneladas.

Somente em fevereiro de 2022, as geraram receita de US$ 3,161 milhões, número 50,6% maior que o realizado no segundo mês de 2021, com US$ 2,099 milhões.

No primeiro bimestre, as exportações de ovos totalizaram 4,411 mil toneladas, volume 38,9% maior que das 3,177 mil toneladas embarcadas entre janeiro e fevereiro de 2021. Em receita, as exportações do bimestre alcançaram US$ 6,250 milhões, número 51,4% maior que o resultado registrado em 2021, com US$ 4,128 milhões.

Principal destino das exportações de ovos do Brasil, os Emirados Árabes Unidos importaram 3,532 mil toneladas no primeiro bimestre, número 49,9% superior às 2,356 mil toneladas importadas no mesmo período do ano passado. Outros destaques foram Omã, com 273 toneladas (+0,6%), e Japão, com 100 toneladas (+13,1%).

“O setor de ovos tem buscado o mercado internacional para ampliar receitas e reduzir os impactos gerados pelos custos de produção. E as investidas vem gerando ótimos resultados em mercados exigentes, o que comprova o trabalho de excelência executado pelos produtores”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Da Redação, com informações da ABPA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.