Exportação brasileira de lácteos cresce 72% na pandemia pela alta no comércio de derivados

A expansão está atrelada à comercialização de leite em pó, além de outros lácteos como queijos, leite condensado, requeijão e cremes.

21/03/2022

Exportação brasileira de lácteos cresce 72% na pandemia pela alta no comércio de derivados Fatores como o clima e combustível também interferem no aumento da produção do leite. (Foto: Divulgação)

Os embarques brasileiros de lácteos fecharam o ano de 2021 em US$97,85 milhões, alta de 72% frente a 2019 (US$56,98 milhões), de acordo com o Sindicato da Indústria de Laticínios e Produtos Derivados do Estado do Rio Grande do Sul.

De acordo com a entidade, a expansão registrada durante a pandemia está atrelada à comercialização de leite em pó e, também, a itens diversos e de maior valor agregado como queijos, leite condensado, requeijão e cremes.

Apesar de ser um tradicional importador de lácteos, o Brasil vem galgando exportações e diversificando o mix de produtos comercializados a clientes de fora do país.

A expansão das vendas foi apresentada pelo diretor-executivo da Viva Lácteos, Gustavo Beduschi, na última semana.

Fonte: Canal Rural

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.