EUA: preços altos de fertilizantes convencionais impulsionam insumos alternativos

02/05/2022

São Paulo, 2 – Startups que vendem fertilizantes agrícolas alternativos disseram que estão ganhando força entre os agricultores e investidores dos Estados Unidos, apresentando-se como uma opção potencialmente mais barata à medida que os preços dos fertilizantes tradicionais aumentam. Empresas como Pivot Bio, Kula Bio e Anuvia aproveitam micróbios ou produtos à base de plantas para fornecerem os nutrientes capazes de substituir os fertilizantes tradicionais, produzidos a partir de gás natural ou de recursos extraídos do solo.

Os custos de fertilizantes convencionais triplicaram no início deste ano por causa de restrições de oferta. Os preços aumentaram ainda mais após o início da invasão da Ucrânia e da aplicação de sanções à Rússia, um dos maiores exportadores do mundo. O contexto favoreceu os produtos ditos mais ecológicos, que já atraíam a atenção do mercado e tinham acumulado investimentos de cerca de US$ 1 bilhão desde o início do ano passado, de acordo com a pesquisa AgFunder.

Karsten Temme, CEO da Pivot, disse que espera que os produtos da empresa sejam usados em mais de 1,2 milhão de hectares de terra este ano, três vezes o volume do ano passado. “O maior desafio é convencer as pessoas de que agora é possível” usar alternativas lucrativas aos fertilizantes convencionais, disse Temme.

As fabricantes tradicionais de fertilizantes, como a Mosaic, disseram que as alternativas baseadas em micróbios são promissoras, mas não podem substituir totalmente os produtos existentes e ainda não são capazes de replicar produtos à base de potássio e fosfato, por exemplo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.