Estoques de petróleo dos EUA recuam mais que o esperado na semana passada

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

22/09/2021

Os estoques americanos de petróleo caíram em 3,5 milhões de barris na semana encerrada na última sexta-feira (17), para 414,0 milhões de barris, de acordo com dados divulgados nesta quarta (22) pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos (DoE, na sigla em inglês). A queda foi maior do que o projetado por economistas ouvidos pelo “Wall Street Journal”, de recuo de 2,4 milhões de barris no período.

Já os estoques de gasolina tiveram movimento contrário, avançando 3,5 milhões de barris, contrariando as expectativas dos economistas, de recuo de 1,0 milhão de barris. Os estoques de gasolina dos EUA totalizaram 221,6 milhões de barris, na semana passada.

As reservas de destilados — que incluem diesel e óleo para calefação — caíram o equivalente a 2,6 milhões de unidades, superando a queda de 0,9 milhão projetada pelos economistas. Os estoques de destilados nos EUA totalizaram 129,3 milhões de barris na semana passada.

Os estoques em Cushing, Oklahoma, centro de distribuição do petróleo negociado na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex), recuaram 1,5 milhão de barris, totalizando 33,8 milhões de unidades.

Os preços do petróleo se mantiveram com ganhos após a divulgação dos dados. No início da tarde desta quarta, os preços dos contratos para novembro do Brent, a referência global, avançavam 1,40%, a US$ 75,40 o barril, na ICE, em Londres, enquanto os preços dos contratos para o mesmo mês do WTI, a referência americana, ganhavam 1,43%, a US$ 71,50 o barril, na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *