Enjoei está acelerando plano de atração de novos vendedores na plataforma

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

16/08/2021

A plataforma on-line de compra e venda de produtos usados Enjoei está focada em aumentar o número de vendedores cadastrados. Em teleconferência de resultados, Ana Luiza McLaren, que preside o conselho da companhia, e Tiê Lima, que é presidente executivo, detalharam o plano.

“Acreditamos no efeito positivo em atrair novos vendedores e aumentar a recorrência”, disse Lima. No segundo trimestre, a companhia conseguiu atrair 215 mil novos vendedores, 124% mais do que um ano antes. No total, o trimestre terminou com 898 mil vendedores ativos. “O fator renda extra, associado a novos hábitos, é elemento-chave do nosso negócio.”

  • Leia mais: Enjoei registra prejuízo de R$ 30 milhões no 2º tri, impactada por maiores despesas

Foi nesse período que a Enjoei testou sua nova política de comissionamento e nova política comercial. “O crescimento mais sustentável é aumentando nossa base de ‘sellers’ [vendedores] que faz com que nos ajude a aumentar a base de ‘buyers’ [compradores]”, disse o executivo, apontando que o ambiente digital vai ficar cada vez mais competitivo e que a Enjoei quer se afastar do crescimento por anúncios em rede por achar mais sustentável crescer pela atração dos vendedores.

Entre as novas políticas da plataforma está a de cobrar taxas menores para quem vende produtos de maior preço. De acordo com a direção da companhia, a lógica por trás disso é a de que, embora a taxa cobrada [também chamada de “take rate”] seja menor, a margem bruta é maior pela diluição de custo. No restante das operações, com produtos de valores mais baixos, o “take rate” não deve mudar.

No segundo trimestre, o take rate ficou em 23,3%, 1,6 ponto percentual abaixo de um trimestre antes. Questionado sobre quando esse indicador deve se normalizar, Lima indicou que já há “acomodação” da taxa. “Mais recentemente, nas últimas semanas, temos visto um ‘take rate’ melhor acomodado. Temos conseguido trazer mais vendedores nas regiões mais centrais, reduzindo subsídios.”

Além disso, a estratégia passa por ampliar o portfólio da Enjoei. De acordo com Ana Luiza, explorar o universo além moda deixa o Enjoei mais “potente”. “Nosso usuário já nos vê como uma plataforma de moda, beleza, casa, decoração e kids. E entendemos que vale a pena levar nosso portfólio a esse entendimento mais amplo”, diz ela. Lima acrescenta que “ampliar o portfólio o sortimento é o maior ativo” para a plataforma.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *