Enchentes deixam mortos na China e geram alerta sobre rompimento de barragem

21/07/2021

Ao menos 25 pessoas morreram e mais de 200 mil foram obrigadas a deixar suas casas devido a enchentes na região central da China. A tempestade que atinge o país nos últimos dias também despertou alertas para a possibilidade de rompimento de uma barragem na província de Henan.

Nas últimas 24 horas, choveu 617,1 milímetros (mm) em Zhengzhou, capital da província de Henan, o maior volume já registrado desde o início da série histórica, há 60 anos. Normalmente, em 12 meses, a cidade tem 640 mm de chuva e neve.

Militares foram acionados para tomar medidas de prevenção de desastres após as autoridades observarem uma rachadura de 20 metros na barragem de Yihetan. Segundo a imprensa estatal, a água já está acima dos níveis de alerta em 16 reservatórios da região.

Enchentes são comuns durante a estação chuvosa da China, mas pioraram nos últimos anos. Ambientalistas dizem que as barragens construídas pelo governo são parcialmente responsáveis pelo problema.

Zhengzhou, uma cidade de quase 13 milhões de habitantes, está sendo afetadas pelas enchentes desde terça-feira. Vídeos postados nas redes sociais mostram um vagão do metrô em que a água está na altura da cintura dos passageiros. Carros foram arrastados pelas correntezas em várias ruas do município.

O presidente da China, Xi Jinping, determinou que os órgãos responsáveis ajudem as pessoas afetadas pelo desastre e tomem medidas para evitar o retorno à pobreza e um aumento nos casos de covid-19.

As autoridades alertaram que a região deve continuar sendo atingida por fortes chuvas nos próximos dias. Um tufão deve chegar à costa leste da China no domingo.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *