Embrapa: custo de produção de frango de corte sobe 3,4% em março; de suínos, 1,6%

27/04/2022

São Paulo, 14 – Os custos de produção de frangos de corte e de suínos voltaram a subir em março, segundo a Central de Inteligência de Aves e Suínos (Cias) da Embrapa. O ICPSuíno aumentou 3,43% em relação a fevereiro, para 452,06 pontos. Já o ICPFrango subiu 1,60% no mesmo período, chegando aos 446,25 pontos.

“A alta no ICPSuíno foi influenciada pela variação de 2,93% nas despesas operacionais com a alimentação dos animais, que representou 83% do custo total de produção de suínos. Com isso, o custo total de produção por quilograma de suíno vivo produzido em sistema tipo ciclo completo em Santa Catarina aumentou R$ 0,26 no mês, chegando aos R$ 7,90. Somente nos primeiros três meses do ano, o ICPSuíno já subiu 12,87%”, disse a Embrapa em nota.

No ICPFrango, a alta foi puxada pelos gastos com nutrição (1,24%) e com a compra dos pintos de um dia (0,24%). “O custo de produção do quilo do frango de corte vivo no Paraná, produzido em aviário tipo climatizado em pressão positiva, subiu R$ 0,09 em março com relação a fevereiro, chegando aos R$ 5,77. De janeiro até março, o ICPFrango acumula alta de 10,59%.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.