Eletronuclear vê espaço para ampliação do uso da fonte nuclear no Brasil

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

25/08/2021

O presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães, acredita que há espaço para ampliação do uso da fonte nuclear no Brasil, em atividades como geração de calor industrial e cogeração.

  • Leia mais: Governo trabalha em plano de comunicação sobre retomada do programa nuclear, diz MME

“Esses usos abrem novas perspectivas e ampliam as possibilidades de cooperação da fonte nuclear no processo de descarbonização do mundo, que, tudo indica, precisa ser cada vez mais acelerado para amenizar os impactos das mudanças climáticas”, afirmou durante o XII Seminário Internacional de Energia Nuclear, evento online realizado na manhã desta quarta-feira (25).

Também presente à discussão, o presidente das Indústrias Nucleares do Brasil (INS), Carlos Freire, destacou que o uso da energia nuclear na geração de energia pode ganhar espaço em meio à transição para uma economia de baixo carbono.

“A demanda por energia vem apresentando um crescimento significativo e sistemático, não só no Brasil, como no mundo. Qualquer debate que tivermos sobre esse tema passa necessariamente pela fonte nuclear, que tem como característica a segurança e a minimização dos impactos ambientais”, disse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *