Clima deve provocar quebra da safra de soja; preços crescem

Enquanto parte das regiões produtoras estão com excesso de chuvas, outras sofrem com a estiagem

10/01/2022

Clima deve provocar quebra da safra de soja; preços crescem Clima instável nas regiões produtoras vai provocar quebra na safra de soja (Foto: Agência Brasil)

O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) prevê quebra na safra de soja 2021/2022 devido às questões climáticas nas regiões produtoras do Paraná e do Mato Grosso do Sul.

E expectativa é de forte queda na produção.

Regiões produtoras vivem situações diferente e, tanto uma quanto a outra, estão com problema. Na metade Norte do país o tempo está excessivamente chuvoso, no Sul e em parte do Mato Grosso do Sul, o clima seco é o problema.

Com isso, segundo o Cepea, “entidades governamentais e consultorias já vêm reduzindo as estimativas de produção para a atual temporada e os preços internos e externos da soja estão sendo impulsionados”.

O Centro informa ainda que o “Indicador CEPEA/ESALQ – Paraná atingiu recorde nominal da série do Cepea, iniciada em julho de 1997”.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.