Cientistas identificam nova variante preocupante do coronavírus na África do Sul

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

30/08/2021

Cientistas da África do Sul revelaram nesta segunda-feira a descoberta de uma nova variante do coronavírus no país. Ela contém mutações que já foram identificadas em outras cepas que se tornaram motivo de preocupação global.

Batizada inicialmente como C.1.2, a nova versão do vírus tem algumas características presentes nas variantes beta, também identificada inicialmente na África do Sul, e da delta, descoberta na Índia e que está causando novos surtos em várias partes do mundo.

A variante foi identificada pela primeira vez em maio na província de Guanteng, onde está a cidade de Joanesburgo, de acordo com os cientistas. Desde então, ela se espalhou para outras partes da África do Sul e chegou a sete outros países, diz o estudo.

O estudo ainda não foi revisado por pares. Os cientistas ainda estão pesquisando a variante para descobrir como ela afeta a resposta imune contra a covid-19 e se é mais transmissível do que as cepas já identificadas atualmente.

Desde o início da pandemia, a OMS classificou quatro novas cepas do vírus como “variantes de preocupação”. Além da beta e da delta, as outras duas são a alpha, identificada no Reino Unido, e a gama, detectada inicialmente no Brasil.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *