Chuvas voltam nesta segunda (23) no Sul e até início de setembro se espalham pelo país

A informação é do meteorologista, Marco Antônio dos Santo, da Rural Clima

23/08/2021

Chuvas voltam nesta segunda (23) no Sul e até início de setembro se espalham pelo país Frente fria traz chuvas para o Sul do pais; no começo de setembro elas vão tomar todo o Brasil (Foto: Divulgação)

As chuvas voltam ao Sul do Brasil a partir de desta segunda-feira (23). A informação é do agrometeortologista Marco Antônio dos Santos, da Rural Clima, em entrevista à Safras & Mercados.

Entre segunda e terça-feira, as chuvas generalizadas devem voltar ao Rio Grande do Sul. Elas são esperadas para o ciclo das culturas de inverno e também possibilitam a aplicação de nitrogenados na preparação da safra de verão.

Marco Antônio diz que, a partir de quarta-feira (25) elas chegam a Santa Catarina, Paraná, Paraguai e Sul de Mato Grosso do Sul. “Entre quinta e sexta, a frente fria deve levar chuvas para o norte do Paraná, o que tende a beneficiar as lavouras de trigo afetadas pela seca. Chuvas possibilitarão o avanço do cultivo de milho em toda a Região Sul”, afirmou à Safras & Mercados.

Para o final de semana, diz, o sistema vai chegar ao Sudeste, provocando chuvas em São Paulo, sul e sudoeste de Minas Gerais. O informativo registra que “entre domingo e segunda-feira, a frente fria também pode atingir o Triângulo e o Cerrado, bem como áreas em Mato Grosso, Rondônia, Mato Grosso do Sul e Goiás”.

E elas devagar vão tomar conta de parte do pais. No início de setembro, esse sistema pode provocar chuvas ao norte de Goiás, norte de Mato Grosso, parte das regiões produtoras da Bahia, Tocantins e sul do Pará. “Esse será o primeiro sistema que deverá avançar e levar chuvas para quase todo o Brasil, pelo modelo climático. Pelo modelo europeu, esse sistema até deve levar chuvas a essas regiões, mas elas serão de fraca intensidade e irregulares”, sinaliza.

O especialista diz que as chuvas serão em volume satisfatório nas áreas de cana, laranja e café, com destaque para esta última cultura, uma vez que as precipitações poderão induzir a primeira florada em áreas que não foram atingidas por geadas.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *