China reabre terminal de porto que estava fechado devido à covid-19

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

25/08/2021

A China reabriu nesta quarta-feira (25) um importante terminal no porto de Ningbo-Zhoushan, o terceiro maior em movimentação de contêineres do mundo, que estava fechado há duas semanas após um funcionário do local ser infectado pela covid-19.

  • Leia mais: Comércio mundial mantém recuperação forte, mas há ameaça, aponta OMC

A paralisação agravou uma crise do setor portuário global, afetando importantes setores da indústria, como a automobilística. Segundo o jornal “South China Morning Post”, outros portos chineses estão registrando os piores níveis de congestionamento em sete anos por causa dos navios desviados de Ningbo-Zhoushan.

Os reflexos foram sentidos em outras partes no mundo, elevando os preços dos fretes em um momento em que as empresas chinesas estão aumentando as exportações para Europa e para os EUA por causa da temporada de compras de fim de ano.

Os gargalos no setor portuário global, agravados pelo fechamento do terminal, vêm provocando escassez de estoques e atrasos nas entregas, o que eleva os preços dos produtos e frustra os consumidores em meio à pandemia.

O aviso de que o porto reabriria foi dado na noite de ontem pelas autoridades. Em uma nota divulgada pela imprensa estatal, a direção do Ningbo-Zhoushan disse que as empresas devem priorizar o embarque e desembarque de caminhões que estão parados nos arredores do local.

Ningbo foi o segundo porto temporariamente fechado pela China neste ano por causa da covid-19. Em maio, as autoridades de Pequim também suspenderam as operações em Yantian, próximo a Shenzhen, devido a um surto da doença entre funcionários do local.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *