China amplia a importação de soja e farelo de soja do Brasil

Estados Unidos e Argentina enfrentam problemas para atender o país asiático

20/09/2021

China amplia a importação de soja e farelo de soja do Brasil Conab divulga nesta quinta (7) a estimativa da safra de grãos 2021/2022 (Foto: Agência Brasil)

Os prêmios de exportação de soja e de farelo de soja seguem em alta no mercado brasileiro, influenciados pela firme demanda externa, especialmente da China.

A China intensificou as importações de soja e farelo de soja do Brasil para contornar os problemas de logística que o principal canal de exportação dos Estados Unidos, Costa do Golfo do Mississipi, acumulou com o furacão Ida.

Eles também têm problemas com as importações da Argentina, No caso, o corredor de exportação é a bacia do Paraná que sofre com a crise hídrica naquele país.

O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) informa que “assim, para a soja em grão, os prêmios de exportação operaram nos maiores patamares nominais desde novembro de 2018, a US$ 2,48 o bushel na última semana”.

Pesquisa do Centro mostra que, para o farelo de soja, “os prêmios estão nos patamares mais elevados desde agosto 2014, a US$ 52,00 a tonelada curta no mesmo período. Diante disso, o “crush margin” das indústrias passou para US$ 18,24 a tonelada na média semanal”.

 

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *