China acusa EUA de politizarem investigação sobre origens da covid-19

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

25/08/2021

A China acusou nesta quarta-feira os Estados Unidos de politizarem a investigação sobre as origens da covid-19. Em entrevista coletiva, Fu Cong, funcionário do alto escalão do Ministério das Relações Exteriores, disse que Washington quer fazer Pequim de “bode expiatório”, responsabilizando o governo chinês pelo surgimento do vírus que já matou mais de 4,4 milhões de pessoas no mundo.

“Se você quer acusar a China sem fundamento, é melhor estar preparado para aceitar nosso contra-ataque”, afirmou Fu, segundo a agência Associated Press.

As declarações foram feitas depois de as agências de inteligência dos EUA terem produzido um novo relatório sobre as origens da covid-19, feito a pedido do presidente Joe Biden. No entanto, o documento foi inconclusivo, segundo revelaram fontes à imprensa americana.

Os EUA, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros países têm pressionado a China a aceitar o envio de uma nova missão internacional para investigar todas as possibilidades sobre as origens da covid-19, inclusive a teoria de que o vírus teria escapado de um laboratório de Wuhan.

A missão que foi ao país no início do ano concluiu que o vazamento de laboratório era “extremamente improvável”. No entanto, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que todas as hipóteses continuam sobre a mesa e merecem um estudo mais aprofundado.

Em resposta às especulações de que o vírus pode ter escapado em um acidente, a China apontou para o laboratório militar de Fort Detrick, no Estado americano de Maryland, que investiga doenças infecciosas e ficou fechado entre 2019 e 2020 por violações de segurança.

Fu Cong, que chefia o Departamento de Controle de Armas do Ministério das Relações Exteriores da China, disse que a OMS deve investigar Fort Detrick se outros países continuarem insistindo na teoria de vazamento de laboratório.

“Se Tedros acha que não devemos descartar a hipótese de um vazamento de laboratório, ele sabe aonde ir”, disse o representante da diplomacia chinesa. “Deve ir aos laboratórios americanos.”

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *