Cai 19% o abate de bovinos no Mato Grosso em fevereiro; exportações crescem

A informação é do Instituto de Defesa Agropecuária do Mato Grosso (Indea-MT).

16/03/2022

Cai 19% o abate de bovinos no Mato Grosso em fevereiro; exportações crescem China volta a suspender importações de carne bovina em duas plantas brasileiras (Foto Divulgação)

O Instituto de Defesa Agropecuária do Estado do Mato Grosso (Indea-MT) informa que os abates de bovinos caíram 19% em fevereiro comprados aos abates em janeiro deste ano. A informação é do CarneTec. O estado é o segundo produtor nacional.

O Imea informa que “apesar da demanda aquecida, o principal fator balizador para esse movimento foi a escassez de animais prontos para o abate, com a engorda ainda sendo finalizada nos pastos. Para o mês de março, há um número maior de lotes sendo entregues, visto que a engorda nos pastos iniciou mais cedo em 2021.”

Em fevereiro, o estado abateu uma quantidade menor de machos. Foi 27% menor que janeiro. Foram abatidas 183,62 mil cabeças. A queda no abate de fêmeas foi de 9%. Ou 348,32 mil animais. .

Por outro lado, as exportações no estado bateram recorde para o mês de fevereiro. O Mato Grosso exportou 45,1 mil toneladas. .

Novamente, a responsável pela expansão das compras foi a China. As importações do país asiático cresceram 75,2% ante janeiro. O segundo maior comprador, o Egito, acabou reduzindo as compras em 52,1%.

O Imea informa que “após o quarto bimestre de 2021 ter sido marcado por queda nos envios internacionais, o primeiro bimestre de 2022 começou mais aquecido, com o volume de 88,69 mil toneladas em equivalente carcaça exportadas no estado”.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.