Brasil se compromete a eliminar o carvão mineral, mas prorroga uso até 2040

Segundo a justificativa, a prorrogação é para que a região produtora faça uma transição sem traumas para a economia local

11/01/2022

Brasil se compromete a eliminar o carvão mineral, mas prorroga uso até 2040 Brasil prorroga uso do carvão mineral até 2040 (Foto: Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) prorrogou o uso do carvão mineral nas termoelétricas de Santa Catarina até 2040, e deu incentivos ficais. A justificativa é que a região produtora precisa de tempo para fazer a transição sem impacto na economia regional.

Conferência do Clima, COP 26, realizada na Escócia em novembro de 2021, definiu que as nações terão que parar de utilizar carvão mineral como combustível para gerar energia elétrica, entre os anos de 2030 e 2040.

Na verdade, o Brasil estica até o último momento o fim do uso de carvão vegetal de suas reservas e termoelétricas em Santa Catarina.

O colunista Fred Almeida discute o assunto na Coluna Sustentabilidade.

Fique por dentro. Boa leitura.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.