Exportação de carne bovina em janeiro cresce 26% ante mesmo período de 2021

A China importou menos 14,5%, mas continua nosso maior comprador.

07/02/2022

Exportação de carne bovina em janeiro cresce 26% ante mesmo período de 2021 Coluna De Olho no Mercado fala sobre o fortalecimento do dólar, as taxas de juros e as suspensões chinesas. (Foto: Divulgação)

As exportações de carne bovina in natura e processadas cresceram 25,8% em janeiro de 2022 em relação ao mesmo mês de 2021, segundo a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo). Foram embarcadas 160 mil toneladas.

A receita com os embarques somou US$ 803,6 milhões, alta de 46%, impactada pelo aumento nos volumes e de 16% nos preços médios médicos. A China, o maior comprador da carne bovina brasileira, no entanto, reduziu as compras em 14,5% no período, com o embarque para o pais asiático de 66,1 mil toneladas na comparação anual. 

Ainda de acordo com a Abrafrigo, o crescimento mais expressivo em volume importado foi dos Estados Unidos, que elevou suas aquisições em 526,3% relação a janeiro de 2021, passando de 2.748 toneladas para 17.210 toneladas em janeiro de 2022, se transformando no terceiro maior cliente do produto brasileiro neste ano.

O segundo maior comprador foi o Egito, que comprou 18,8 mil toneladas de carne bovina brasileira em janeiro, alta de 318,7% na comparação m período. A Rússia foi ouro país que aumentou sua participação com um volume 184,8% maior, no mesmo período, chegando a 5 mil toneladas.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.