Bolsonaro admite que PEC do voto impresso deve ser derrotada na Câmara

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

09/08/2021

O presidente Jair Bolsonaro admitiu nesta segunda-feira (09) que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto impresso deverá ser derrotada no plenário da Câmara dos Deputados “se não tivermos uma negociação antes”. Bolsonaro acusou o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de “apavorar” parlamentares que respondem a processos na Justiça.

“Vai, mas se não tivermos uma negociação antes, um acordo, vai ser derrotada a proposta porque o ministro Barroso apavorou alguns parlamentares. E tem parlamentar que deve alguma coisa na Justiça, que deve no Supremo. Então, o Barroso apavorou. Ele foi para dentro do Parlamento fazer reuniões com lideranças, praticamente exigindo que o Congresso não aprovasse o voto impresso”, disse, em entrevista à rádio “Brado”, da Bahia.

  • Leia mais: Lira: PEC do voto impresso pode ir a plenário na terça ou quarta-feira

Ao lado do ministro da Cidadania, João Roma, o presidente voltou a falar que gostaria de garantir 100% de reajuste no valor do Bolsa Família, mas até agora garante 50% porque é preciso ter responsabilidade com as contas públicas. A proposta de mudança no programa social será levada hoje pelo presidente ao Congresso.

  • Leia mais: “Sociedade não aceita uma nova aventura ditatorial”

“Estamos em fase quase final de definirmos um novo valor do Bolsa Família. Nos criticam que essa última fase do auxílio emergencial são R$ 250, mas o Bolsa Família médio é R$ 192. E nós acertamos aqui no mínimo 50% de reajuste no Bolsa Família. Nós queremos é 100%, mas temos que ter responsabilidade. A economia não pode quebrar. Se quebrar a economia não adianta você ganhar 1 milhão por mês que você não vai comprar um pãozinho”, argumentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *