Boi gordo tem mercado pressionado e perde preço na praça paulista

No Mato Grosso os pecuaristas conseguem segurar o boi no pasto e esperar melhores preços.

30/03/2022

Boi gordo tem mercado pressionado e perde preço na praça paulista Depois de um mês estável, mercado do boi perde preço em São Paulo (Foto: Agência Brasil)

O mercado do boi gordo abriu as negociações nesta terça-feira (29) com depreciação da arroba dos machos em R$ 3,00, informa Notícias Agrícolas, com dados da Scot Consultoria. O motivo é a boa safra de capim e o avanço das escalas de abate, que esfriaram os negócios.

O preço referência para o boi ficou em R$ 334,00 a arroba, das vacas gordas R$ 295,00 e a arroba das novilhas, R$ 330,00. Preços brutos e a prazo.

As quedas nos preços da arroba do boi também bateram nos negócios de bovinos voltados para a exportação. Com a queda do dólar frente ao Real a arroba do boi China, ou para exportação, foi cotada em R$ 340,00.

Na praça do Espírito Santos o baixo consumo resulta em menores compras pela indústria. Com isso, todas as três categorias perderam valor.

Naquele estado, a arroba do boi gordo ficou em R$294,00, a da vaca gorda em R$284,00 e a da novilha gorda em R$294,00. Os preços sempre brutos e a prazo.

Em Cuiabá, no Mato Grosso, com boas pastagens, o pecuarista segura o gado no pasto, diminuindo a oferta, e aguarda melhores preços para a venda. Por isso, os preços se mantiveram estáveis.

No estado, a arroba do boi se manteve em R$305,00, a da vaca ficou em R$295,00 e a das novilhas, R$ 300,00. Também preços brutos e a prazo.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.