Boi gordo continua a perder preço no dia-a-dia

Ministério da Agricultura espera posição do governo Chinês sobre retorno das importações

25/10/2021

Boi gordo continua a perder preço no dia-a-dia Mercado do boi gordo e em crescimento (Foto: Divulgação)

O mercado do boi gordo continua vivendo a expectativa de uma solução no curto prazo para retomada das exportações de carne brasileira para a China. Enquanto isso, o mercado vive em compasso de espera e ansioso.

Segundo a Scot Consultoria a semana terminou com preços estáveis. Na última sexta-feira (22) a arroba do boi gordo fechou a R$ 266,00, vacas a R$ 260 e a arroba das novilhas, a R$ 274,00.

O levantamento indicou que a arroba do boi perdeu R$ 4,00 ao longo dos cinco dias úteis, a vaca gorda, R$ 1,00, e a novilha R$ 6,00.

Na região de Belo Horizonte, a queda no preço é resultado da maior oferta de animais. A arroba caiu 0,8% na comparação com a última quinta-feira (21) e foi comercializada a R$ 262,00

Ainda em Minas, as vacas e novilhas gordas foram comercializadas a R$ 253,00 a arroba e a R$ 255,00, respectivamente. As vacas perderam 0,8% e as novilhas 1,2%, na comparação diária.

No Mato Grosso os frigoríficos estão com as escalas de abate atendendo 12 dias e essa folga derrubou as cotações. A arroba do boi e da novilha perderam R$ 2,00 e a da vaca gorda, R$ 1,00 em comparação a quinta-feira (21). Os preços ficaram, portanto, a R$ 253,00 para o boi, R$ 248,00 para as novilhas e R$ 250,00 para a arroba das vacas,

Os preços sempre brutos e a prazo.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *