Boi gordo: baixo consumo e preços ao produtor em queda

É o que mostra levantamento da Scot Consultoria nas praças brasileiras

04/11/2021

Boi gordo: baixo consumo e preços ao produtor em queda Arroba do boi volta a ser negociada à R$ 300 a arroba após feriado prolongado (Foto: Divulgação)

Compradores estão pressionando por mais baixa no preço da arroba do boi gordo, com a argumentação de que o cenário doméstico está com consumo desacelerado. As informações são da Scot Consultoria.

Na quarta-feira (3), a arroba de vacas e novilhas perdeu mais R$ 2,00 relação aos negócios realizados na última segunda-feira (1). Foram comercializados a R$ 250,00 e R$ 258,00, respectivamente, bruto e a prazo.

O preço da arroba do boi não teve alteração, tendo cotação estável em R$ 262,00.

No Sul do Tocantins não foi diferente. Com o mercado interno lento os preços foram pressionados para baixo e caíram R$ 5,00 a arroba do boi gordo e R$ 4,00 de vacas e novilhas

Dessa forma, a arroba do boi foi negociada em Tocantins a R$ 255,00, a vaca e a novilha a R$ 248,00, com preços brutos e a prazo.

Na região de Belo Horizonte, Minas Gerais, a semana mais curta e a dificuldade de alongar os abates também pressionaram os preços para baixo. A arroba do boi perdeu R$ 3,00 e vacas e novilhas, R$ 2,00.

Com isso, os preços referências do boi, da vaca e a novilha ficaram, respectivamente em R$ 258,00, R$ 247,00 e R$ 249,00.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *