Bloqueios em rodovias não atingem frigoríficos e processadores de carne

A informação é da Associação Brasileira de Proteína Animal; bloqueios liberam cargas vivas, perecíveis e ração

09/09/2021

Bloqueios em rodovias não atingem frigoríficos e processadores de carne Paralisação ainda resiste em pelo menos cinco estados (Foto: Agência Brasil/Arquivo)

O escoamento da produção dos frigoríficos ainda não foi afetado pela paralização dos caminhoneiros, informa a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), informa o site MoneyTimes, nesta quinta-feira (9).

A ABPA, que congrega produtores de suínos, frangos e bovinos, disse que os caminhoneiros estão liberando o transporte de “cargas vivas, perecíveis e ração”. Os bloqueios somavam 117 pontos em quase todo o pais.

A Associação afirma em nota que “não temos informações de bloqueios de cargas do setor”, principalmente onde o protesto é mais intenso: Paraná e Santa Catarina. Os dois, são os maiores produtores de carne suína e de frango do país.

Segundo a ABPA, entidade dos produtores de proteína animal, “os protestos ainda não causaram interrupção no transporte de cargas das empresas do setor”, diz o MoneyTimes.

Leia também:
Líder da paralisação de caminhoneiros em 2018 diz que ato ainda pode crescer

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *