Baixo poder aquisitivo e frio fazem preço do laranja caírem ainda mais no mercado interno

A entrada de mais frutas com o início da colheita também pressiona os preços.

20/05/2022

Baixo poder aquisitivo e frio fazem preço do laranja caírem ainda mais no mercado interno Preço da laranja cai por conta do baixo poder aquisitivo e o frio. (Foto: Agência Brasil)

O desaquecimento do mercado de cítricos se aprofundou nesta semana no Brasil. Geralmente na segunda quinzena do mês, é natural que a queda no poder de compra provoque esse movimento, mas esta semana teve um outro componente: o frio. 

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) o País reforçou a menor procura pela fruta. Além da demanda, o aumento gradual da oferta de laranjas também está pressionando os valores. 

Na parcial desta semana (segunda a quinta-feira), a laranja pera tem média de R$ 36,11 a caixa de 40,8 kg, na árvore, uma queda de 6,09% em comparação com a semana anterior. A rubi tem média de R$ 31,98 a caixa, e perdeu 5,04% no mesmo período. 

No caso da lima ácida tahiti, os preços ainda não reagiram, tendo em vista que a oferta da variedade segue superior à demanda. A média parcial da semana é de R$ 15,07 a caixa de 27 quilos colhida. A queda, no caso, é de 2,81% entre uma semana e a outra.

 

Da Redação, com Cepea

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.