Aziz: Desfile de blindados é “cena patética” e tentativa de intimidação

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

10/08/2021

Na abertura dos trabalhos da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente do colegiado, disse que o desfile de veículos blindados das Forças Armadas promovido nesta terça-feira por Jair Bolsonaro é uma tentativa de intimidar oposicionistas que evidencia a fraqueza do seu governo.

“Bolsonaro imagina, com isso, estar mostrando força, mas, na verdade, está evidenciando toda a fraqueza de um presidente acuado pelas acusações de corrupção, inclusive dessa CPI”, afirmou Aziz. “E pela incompetência administrativa que provoca fome, mortes e desemprego”, completou o senador.

De acordo com Aziz, o desfile é uma “coreografia” de Bolsonaro para tentar mostrar que tem controle das Forças Armadas. “É um absurdo inaceitável. “Um ataque frontal à democracia que precisa ser repudiado”, disse o senador.

O senador afirmou que o presidente da República rebaixou as Forças Armadas e colocou o país em uma situação vexatória. “Bolsonaro não tem direito de usar a máquina pública para ameaçar a democracia que o elegeu”, disse.

O desfile de blindados foi organizado por Bolsonaro no mesmo dia em que o plenário da Câmara dos Deputados deve votar a PEC do voto impresso, uma bandeira do presidente. Diante da grande probabilidade de derrota do projeto, Bolsonaro decidiu promover o evento com os militares bem em frente ao Congresso.

“Essa cena patética de hoje mostra apenas a ameaça de um fraco, que sabe que perdeu. Não haverá voto impresso e nenhum tipo de golpe à nossa democracia. As instituições, Congresso à frente, não deixarão que isso aconteça”, afirmou o presidente da CPI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *