Avicultura: exportações de material genético e ovos férteis somam US$ 147,7 milhões em 2021

Desempenho geral foi 26,7% maior que os embarques registrados em 2020.

21/01/2022

Avicultura: exportações de material genético e ovos férteis somam US$ 147,7 milhões em 2021 Receita com exportações de material genético e ovos férteis cresce 26,7%. (Foto: Divulgação)

A receita das exportações de material genético e ovos férteis, em 2021, alcançou total de US$ 147,7 milhões, divulgou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O valor representa crescimento de 26,7% frente a 2020, quando o ano fechou com faturamento de US$ 116,5 milhões.

Quando separados por produtos, os embarques de ovos férteis foram de 14,518 toneladas, volume 60,9% maior que o efetivado em 2020, com 9.024 toneladas. Já em receita, o crescimento foi de 53,3%, com US$ 59,319 milhões em 2021, contra US$ 38,691 milhões no ano anterior.

No caminho contrário dos ovos férteis, as exportações de materiais genéticos apresentaram queda em volume, mas mostrou aumento em faturamento. Em 2021, o Brasil exportou 1.173 toneladas, recuo de 4,6% em relação ao mesmo período de 2020. Com relação à receita, as exportações do segmento alcançaram US$ 88,441 milhões durante o ano passado, resultado 13,5% maior que 2020 – quando o ano fechou com US$ 77,904 milhões.

“O Brasil se consolidou como plataforma de exportação de genética de ponta, alta qualidade de produtos e status sanitário ímpar, livre de enfermidades que acometem outros grandes produtores, como Influenza Aviária.  O país conta com grandes empresas que vem expandindo fronteiras e contam com estratégia internacional pautada por iniciativas como a Brazilian Breeders, marca internacional do setor.  A expectativa é que o bom desempenho visto em 2021 se repita ao longo deste ano”, avaliou o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Da Redação. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.