Aumento nos preços de frango derruba o consumo das aves durante o mês de maio

De abril a maio, o valor médio do frango inteiro congelado caiu 5% no atacado da Grande São Paulo

06/06/2022

Aumento nos preços de frango derruba o consumo das aves durante o mês de maio Baixo poder de compra do brasileiro derruba as vendas de frango em maio. (Foto: Agência Brasil)

O baixo poder de compra do brasileiro, influenciado pela inflação persistente, derrubou as vendas de frango em maio. A elevação dos preços entre final de abril e início de maio também deu um impulso à diminuição do consumo, de acordo com o Centro de Estudos de Pesquisa em Economia Aplicada (Cepea).

Muitos vendedores reduziram os valores para aumentar a negociação ao longo do mês como forma de evitar o acúmulo de estoques. De abril a maio, o valor médio do frango inteiro congelado caiu 5% no atacado da Grande São Paulo, passando para R$7,51 o quilo no último mês.

No mercado de cortes e miúdos da mesma região do país, a coxa com sobre coxa congelada registrou a maior desvalorização. Foi de 7,6% durante o mesmo período, ficando em R$7,62 o quilo em maio. 

O reflexo pôde ser sentido nas transações com o frango vivo. O crescimento foi negativo em grande parte das regiões produtoras no país. No estado de São Paulo, o animal para abate foi cotado a R$6,36 o quilo em maio. Uma queda de 0,8% frente a abril. 

 

Da Redação, com Cepea

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code