Aprosoja é contra a mistura de 10% de biodiesel no óleo diesel

A entidade diz que é necessário um mínimo de 13% para evitar prejuízos ao setor

01/12/2021

Aprosoja é contra a mistura de 10% de biodiesel no óleo diesel Aprosoja emite nota contra a mistura de apenas 10% se biodiesel no óleo diesel (Foto: Pixabay)

A Associação Brasileira de Produtores de Soja (Aprosoja) é contra a mistura de 10% de biodiesel ao óleo diesel. Defende que a mistura seja de 13% e o processamento em 15%, segundo resolução do CNPE de 2018, permitindo ao setor, previsibilidade.

A Aprosoja revela que se posicionou a favor da mistura de 10% do biodiesel no diesel no período da pandemia. O cenário permitia esses números para evitar prejuízos e problemas na oferta. E alerta que o cenário atual é “totalmente diverso, com estoques de passagem elevado, previsão de safra recorde, sem previsão de pressão na cotação”.

Por isso, afirma que a decisão que fixou em 10% a mistura para todo o ano de 2022 “está descontextualizada da atual situação da oferta da principal matéria-prima”. E mais: “a redução da demanda por óleo de soja pode, sim, prejudicar o setor e afetar negativamente os preços. O setor espera que a decisão seja revertida o mais rapidamente possível, retomando-se imediatamente o B13 (13%) e a progressividade até o B15 (processamento de 15%) conforme o que está previsto na Resolução CNPE 16/2018”, finaliza.

Da Redação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.