Agência da UE recomenda dose de reforço contra a covid-19

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

04/10/2021

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) recomendou nesta segunda-feira (4) a aplicação de uma dose de reforço da vacina da Pfizer/BioNTech contra a covid-19 para pessoas com mais de 18 anos.

Segundo a entidade, os dados mostram um aumento dos níveis de anticorpos contra o vírus quando a dose de reforço é aplicada cerca de seis meses após a segunda dose em pessoas com idades entre 18 e 55 anos.

Além disso, o Comitê de Medicamentos da EMA orientou que os países da região apliquem uma dose de reforço das vacinas da Pfizer e da Moderna em imunossuprimidos. A aplicação deve ocorrer pelo menos 28 dias depois da segunda dose.

A EMA ainda está avaliando os dados para recomendar uma dose de reforço da vacina da Moderna para a população em geral. Não há data para que essa revisão seja concluída.

A agência europeia lembrou que cabe aos países fazerem a recomendação sobre a terceira dose. Os órgãos nacionais terão que avaliar diversos fatores, como o andamento da campanha de vacinação contra a covid-19 e a disponibilidade de doses extras.

Alguns países, como a França, já começaram a aplicar as doses de reforço antes do aval da EMA. A medida é criticada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que diz essas vacinas deveriam ser destinadas às regiões mais pobres do mundo.

Categorias:

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *