Ação do Manchester United fecha em alta de 5,76% em NY após contratação de Cristiano Ronaldo

Testes, férias coletivas e outras medidas compõem o Plano de Contingência da empresa para prevenção, controle e redução de riscos de contágio

27/08/2021

As ações do Manchester United fecharam em alta de 5,76% na bolsa de Nova York, cotadas a US$ 18,28 – maior valor de fechamento desde 16 de março –, após o time de futebol inglês anunciar a contratação de Cristiano Ronaldo, que voltará ao clube após 12 anos.

Após o anúncio nos canais oficiais do Manchester United, os papéis chegaram a subir 10%. O volume de negócios somou US$ 2,38 milhões, o maior desde 24 de março, quando movimentou US$ 2,5 milhões.

As ações fecham a semana com 4,4% de valorização, acumulando ganhos ao redor de 14% no ano.

A contratação do jogador português foi anunciada no início da tarde desta sexta-feira. Em nota oficial, o Manchester United disse que fechou um acordo de transferência com a Juventus, da Itália, onde Cristiano Ronaldo jogou de 2018 até o último fim de semana.

Os clubes não divulgaram valores da negociação do atleta, que ainda passará por exames antes de ser apresentado à torcida.

Cristiano Ronaldo jogou pelo Manchester United entre 2003 e 2009, tendo conquistado três edições do campeonato inglês (Premier League), a Liga dos Campeões da Europa (UEFA Champions League), o Mundial de Clubes, entre outros títulos.

Foi também jogando pelo time inglês que o atleta ganhou pela primeira vez na carreira o prêmio de melhor jogador do mundo pela Federação Internacional de Futebol (FIFA), em 2008. Posteriormente, ganhou outros quatro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *