Indústria não absorve produção elevada de laranjas que tem vendas lentas e preços baixos

Produtores têm dificuldade para colocar o produto no mercado

06/06/2022

Indústria não absorve produção elevada de laranjas que tem vendas lentas e preços baixos Exportações caem em volume, mas receitas aumentam. (Foto: Pixabay)

As vendas de laranja seguem lentas e a limitação vem da demanda enfraquecida. Além da baixa procura, o aumento gradual da oferta tem influenciado os preços e a indústria não absorve volumes elevados da fruta.

Na parcial da última semana, de segunda a quinta-feira, o preço da laranja pera fechou com média de R$35,97 a caixa de 40,8 quilos, na árvore, praticamente estável em comparação com a semana anterior.

Para a rubi a média foi de R$31,38/a caixa, tendo valorização de 0,64% na mesma comparação. A lima ácida tahiti, por sua vez, continua com preços em queda, com a média parcial da semana em R$11,51 a caixa de 27 kg, colhida. No caso, a desvalorização foi de 16,03% na mesma comparação.

 

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code