André Luiz Casagrande

Jornalista especializado em agronegócio


Programa AgroProfissionais 4.0, o futuro do setor

10/12/2021

Programa AgroProfissionais 4.0, o futuro do setor Agronegócio profissional e sofisticado exige profissionais capacitados (Foto: Pixabbay)

Em um ambiente em constante mudança, equipamentos sofisticados e crescentes desafios no recrutamento, capacitação e retenção de força de trabalho nas propriedades rurais, é exigido do profissional Agro 4.0 conhecimentos atualizados, capacidade de análise e síntese de dados e, cada vez mais, habilidades de comunicação interpessoal, trabalho em equipe e iniciativa.

Essa análise, feita pelo professor do Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e coordenador do Agroplus, Aziz Galvão, resume os fundamentos da criação do Programa AgroProfissionais 4.0, que tem como objetivo capacitar futuros profissionais a “conectarem” e “desembarcarem” tecnologias para a solução de problemas reais dos produtores rurais.

O programa é uma iniciativa conjunta da Equipe AgroPlus da UFV, da Rede ConectarAgro e do Instituito AgriHub do Sistema Famato. De acordo com o professor, em três fases, os alunos terão a oportunidade de contatar tecnologias da agropecuária 4.0 e conhecer os problemas mais relevantes das principais cadeias de produção. Os alunos selecionados nas fases anteriores visitarão, in loco, empresas, organizações e produtores rurais, para discutir e apresentar um trabalho sobre a aplicação prática das tecnologias 4.0 no campo.

“O objetivo principal do programa é capacitar profissionais que sejam capazes de aplicar, no contexto específico de cada produtor rural, as tecnologias mais adequadas para a solução de problemas concretos no campo”, relata Galvão. “Mais importante do que conhecer as novas tecnologias, o que falta para futuros profissionais é a capacidade de conciliar tecnologias com a capacidade gerencial do produtor”, acrescenta.

A princípio, o programa será realizado em Minas Gerais, Mato Grosso e São Paulo, onde ocorrerão as visitas. “Em um primeiro momento, a ideia é envolver alunos desses Estados. Com resultados positivos das primeiras turmas, a expectativa é que a iniciativa agregue outros parceiros e tenha mais dimensão”, prevê o professor.

O Programa AgroProfissionais 4.0 foi lançado durante o Seminário Agroprofissionais 4.0, que teve o tema “Conexão entre Tecnologias, Futuros Profissionais e Produção para a Agropecuária 4.0”, realizado de 30 de novembro a 5 de dezembro, em Viçosa, MG, com uma vasta agenda de eventos, reuniões e visitas técnicas voltadas para a difusão de tecnologias.

Nesse contexto, o coordenador do programa destaca a importância da transformação digital para as atividades relacionadas à pecuária. “Essas tecnologias podem permitir, por exemplo, que os animais sejam monitorados 24 horas por dia. Com base nessas informações, é possível identificar problemas e aumentar a eficiência do manejo através da utilização de modelos de comportamento animal”, explica. “Outro benefício é permitir que o produto que chega ao consumidor possa ser rastreado, com benefícios comerciais e logísticos”, arremata.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.