João Menezes

Engenheiro Agrônomo, assistente agropecuário e facilitador do GTEPS (Grupo de Troca de Experiências em Pecuária Sustentável).


Mais arrobas com ensilagem de capim

02/03/2022

Mais arrobas com ensilagem de capim Ensilagem é opção de alimentação para bovinos no período da seca. (Foto: Divulgação)

A ensilagem de capim pode ser uma boa estratégia para alimentar o gado na seca. Quando se ensila a forrageira, se consegue manter o seu valor nutritivo e qualidade alimentar. A produtividade de forragem por área é elevada, é uma cultura perene e o produtor não precisa semear todos os anos. Forrageiras como o capim elefante, em especial o BRS Capiaçu, têm sido muito utilizadas pela sua alta produtividade, porém os panicuns também são boas opções. Uma vantagem dessas forrageiras é a tolerância a veranicos.

Todo ano há um período de escassez de forragem, as chuvas diminuem, a temperatura cai e os dias são mais curtos, com menor tempo de luminosidade. Para os animais não sofrerem com a falta de forragem nessa época, ou diminuímos a taxa de lotação ou montamos uma estratégia de suplementação.

Uma alternativa que tem sido bem interessante é a ensilagem de capim, onde se estabelece área com todos os cuidados de correção da fertilidade do solo, se implanta uma forrageira de alta produtividade, onde uma opção que tem se destacado é o BRS Capiaçu, mas temos várias cultivares de panicuns como Mombaça, Tanzânia ou Zuri que também se prestam a esse uso e o plantio pode ser feito por sementes, o que torna sua implantação mais econômica. Quando utilizamos essas plantas por vários anos, as linhas desaparecem, tornando o uso de uma plataforma própria de corte de capim na ensiladora necessária para boa qualidade da colheita.

O capim permite 2-4 cortes por ano ou mais dependendo da condição climática, portanto, caso ocorra um veranico, ainda se consegue produzir forragem para ser armazenada. A qualidade da silagem de capim é inferior ao valor nutritivo daquelas de plantas graníferas como milho ou sorgo, porém, desde que bem feita e cortada no ponto ideal, tem um valor nutritivo satisfatório para animais de corte e vacas de leite de baixa produtividade.

O manejo também é bastante fácil, se resumindo à correção da fertilidade e adubação, controle de plantas daninhas e pragas como as lagartas e o corte para ensilagem. Como são plantas perenes, não é necessário o plantio anualmente.

A ensilagem requer alguns cuidados pois o capim apresenta muita umidade e quando mal feita, as perdas no silo são grandes. Uma das estratégias é adicionar 7 a 15% de polpa cítrica ao material ensilado, mas o uso de inoculantes também é eficiente e podem ser usados.

Um produtor de nossa região criou o Sistema Bonanza, onde em uma pastagem que será reformada, se planta o Panicun em linha, adubado e o capim desejado para àquela área é semeado a lanço. Quando a planta a ser ensilada atinge altura ideal, ela é cortada e a pastagem fica formada, com menor custo de estabelecimento (Figura 1).

A ensilagem de capins é uma boa alternativa de alimentação de bovinos na época da seca, sendo de alta produtividade, implantação relativamente barata e com boa tolerância a veranicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.