João Menezes

Engenheiro Agrônomo, assistente agropecuário e facilitador do GTEPS (Grupo de Troca de Experiências em Pecuária Sustentável).


Mais arrobas com crescimento contínuo de bovinos

27/10/2021

Mais arrobas com crescimento contínuo de bovinos (Foto: Divulgação)

No Brasil os bovinos de corte são alimentados quase que exclusivamente a pasto, porém o fornecimento de suplementos e rações adequadas para os animais possibilita um melhor uso da forragem, podendo levar a um maior consumo de MS (% PV), lotação (UA/ha) e ritmo de crescimento (Kg/cab.dia). A melhoria dessas características proporciona redução na idade do início da reprodução nas fêmeas e idade de abate nos machos, permitindo trabalharmos com valores inferiores a dois anos, além de melhora a qualidade da carcaça produzida (peso e cobertura de gordura). Esses fatores aumentam a eficiência financeira de todo o sistema de produção e contribuem para o aumento da produção de carne de qualidade.

A suplementação desde a desmama com concentrados em formulações adequadas permitem atender melhor as necessidades nutricionais de bovinos em pastagens, melhorando o crescimento e o acabamento desses animais, permitindo o abate em até dois anos de idade. Um exemplo de dieta bovinos em pastagens com creep até a desmama, ração pós desmama, energético no verão e semiconfinamento na 2ª seca permite o abate de bovino 6-12 meses antes (Figura 1). Os ganhos considerados foram compilados de vários autores e estão resumidos em https://gtps.org.br/downloads/MPPS.pdf.


Figura 1 – Desempenho de bovinos suplementados somente com suplemento mineral e com concentrados.

A estratégia de alimentação depende de vários fatores além do custo dos concentrados, como tipo de animal, estrutura de manejo e fornecimento, disponibilidade de cochos e principalmente de uma boa oferta de forragem que potencializa a resposta ao uso de suplementação.

A suplementação pode ser feita na propriedade com redução dos custos dos concentrados ou comprados diminuindo o investimento em máquinas e instalações. O importante é que o programa nutricional seja acompanhado por um profissional habilitado para adequar as dietas às necessidades dos animais.

As dietas devem proporcionar o aproveitamento da oferta de subprodutos e coprodutos regionais tais como caroço de algodão, farelos, polpa, DDG, resíduos da indústria (raspa de mandioca, resíduo de cervejaria, etc.) como forma de reduzir os custos de suplementação.

Um dos principais ganhos indiretos da suplementação concentrada é o aumento do desfrute, ou seja, há um aumento no número de animais abatidos em relação ao estoque de gado da propriedade aumentando a rentabilidade e a eficiência da propriedade.

Um programa nutricional adequado permite melhorar a eficiência de produção de bovinos antecipando a idade de abate e melhorando o resultado econômico da propriedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *