João Menezes

Engenheiro Agrônomo, assistente agropecuário e facilitador do GTEPS (Grupo de Troca de Experiências em Pecuária Sustentável).


Mais arrobas com a iLPF produzindo volumoso para a seca

18/05/2022

Mais arrobas com a iLPF produzindo volumoso para a seca

A Integração Lavoura Pecuária Floresta (iLPF) é uma boa estratégia de reforma de pastagens. O interessante dessa combinação é que a agricultura libera as áreas recém-formadas de pastagens nessa época do ano, aumentando a oferta de forragem quando as pastagens passam a perder produtividade devido às condições climáticas mais desfavoráveis. A área de agricultura ainda pode fornecer forragens conservadas de milho, sorgo ou milheto produzidos na área de agricultura e, portanto, a iLP pode também minimizar os problemas da seca.

A opção pela Integração Lavoura Pecuária Floresta (iLPF) surgiu como forma de expandir a área de agricultura sem aberturas de novas áreas de vegetação nativas. A expansão ocorre em áreas de pastagens degradadas que têm os solos recuperados com a implantação de agricultura e as pastagens fornecem palha e matéria orgânica para favorecer a produção de grãos, além de uma série de outras vantagens tanto para a pecuária como para agricultura, como rotação de culturas, melhor uso dos nutrientes da adubação e quebra do ciclo de pragas, doenças e plantas invasoras.

Para o pecuarista, esse sistema entrega a pastagem pronta para uso, com excelente oferta de forragem, de qualidade, na época do ano quando as condições climáticas, como temperatura, pluviosidade e luminosidade se tornam mais desfavoráveis ao acúmulo de massa das forrageiras, ou seja, quando a oferta de forragem das pastagens convencionais começa a diminuir, a iLPF entrega pastagens recém-formadas com excelente oferta de forragem diminuindo os problemas de falta de alimento na seca e aumentando a produtividade por área (Figura 1).

As pastagens novas, em solos corrigidos e adubados, são muito produtivos e possuem forragem nova de elevada qualidade e, portanto, além de aumentar a oferta de forragem pode melhorar o desempenho de alguns lotes mais exigentes como animais em engorda, primíparas e vacas paridas.

A segunda safra da área de agricultura também pode ser usada para produção de volumosos para a época da seca como silagens de milho, sorgo, milheto ou mesmo capim aumentando a reserva de volumoso para essa época de escassez de forragem.

A silagem de culturas como milho, sorgo e milheto têm elevada produção de massa por área e são de elevada qualidade proporcionando excelentes ganhos dos animais resultando em melhores taxas de lotação da propriedade, bem como implantação de sistemas mais intensivos como o confinamento.

Quando o produtor implanta a iLPF com bom planejamento, ele consegue regularizar as reformas de pastagens e a agricultura de forma que todo ano esta entrega uma área de pastagem nova e recebe uma área de pastagem degradada para implantação de lavoura.

A iLPF é uma excelente estratégia de aumentar a oferta de alimento na seca, com entrega de pastagens novas, reformadas e produção de volumosos conservados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.